Mitos e verdades sobre limpeza do smartphone

Limpe corretamente seu smartphone. Foto divulgação.

Muitas pessoas têm dúvidas sobre como limpar o celular e, por vezes, acabam não dando a devida atenção para isso ou limpam com produtos que podem danificar o aparelho.

A necessidade da limpeza e proteção desses objetos aparece ainda mais com pandemia do coronavírus, porém, existem vários mitos sobre produtos que podem ou não ser usados na higienização de um smartphone.

Para explicar melhor essa questão, a Yesfurbe, plataforma de compra e venda de smartphones refabricados, decidiu dar algumas dicas aos usuários. Confira:

Limpar celular com pano úmido com água:

Mito. Água e componentes eletrônicos não se misturam. Portanto, evite ao máximo utilizá-la na limpeza do smartphone. Além da possibilidade de dar curto, a água deixa resíduos para trás depois de evaporar e eles causam problemas ao entrarem em contato com componentes internos. Há sprays específicos para limpeza de tela no mercado, os “limpa telas”.

Quanto mais produto químico, melhor:

Mito. O ideal é usar apenas álcool isopropílico, exatamente por este não deixar resíduos para trás e ser o mais indicado para a limpeza de componentes internos.

Nunca assopre as entradas do celular:

Verdade. Quando sopramos o celular para tirar algo, podemos danificar algumas partículas eletrônicas com saliva.

Tipo de pano influência na higienização:

Verdade. De preferência, utilize tecidos de microfibra ou 100% algodão, principalmente para não deixar fiapos para trás.

(Redação – TecnoInforme)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
cropped-logo-1.png
TecnoInforme. 2020 © Todos os direitos reservados. Design by Renato Garcia