Anker lista cuidados com carregadores de celular

Cuidados básicos podem impedir desde pequenos choques até grandes incêndios. Foto: Divulgação Anker

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), no fim de 2020 o Brasil já registrava mais de 234 milhões de chips de dispositivos móveis. Com tantos usuários de smartphones e tablets no país, cuidados básicos na hora de carregar as baterias podem impedir desde pequenos choques até grandes incêndios. Para evitar acidentes, a Anker, que atua no segmento de vendas de tecnologia de carregamento em diversos países, lista cuidados básicos que garantem o uso seguro dos carregadores, além de preservá-los em bom funcionamento por mais tempo.

Utilizar apenas carregadores confiáveis e adequados para cada aparelho

Escolher marcas de qualidade é essencial para garantir um carregamento seguro. O dispositivo não precisa necessariamente ser o mesmo que veio com o aparelho, mas é fundamental fugir de carregadores falsificados e de procedência duvidosa. Além disso, sempre que adquirir um carregador, o usuário deve conferir se ele, de fato, é compatível com seu smartphone ou tablet. Não se trata apenas de checar se o cabo tem o mesmo padrão de conector do dispositivo, mas verificar se a voltagem é adequada. Cargas maiores ou mesmo menores de energia podem representar um perigo ao consumidor e até impactar na vida útil do dispositivo.

Manter longe da água

Água e corrente elétrica não combinam. Portanto, não é recomendável manusear o celular com as mãos molhadas, nem mesmo carregar o dispositivo em locais úmidos, como banheiro, em cima da pia da cozinha ou perto da piscina. Além de aumentar o risco de um choque elétrico, este tipo de atitude contribui para a oxidação de componentes do aparelho.

Evitar superfícies inflamáveis

É comum ouvir relatos de usuários que dormem com o celular carregando debaixo do próprio travesseiro e isso é um grande perigo. Por mais que a maioria dos carregadores modernos cortem automaticamente o envio de energia para os smartphones quando chegam ao 100% de carga, esta prática deve ser evitada ao máximo. Camas, sofás, gavetas e locais abafados podem contribuir, inclusive, para o superaquecimento da bateria e causar explosões.

Cuidar bem do carregador

O bom funcionamento do carregador passa pelo cuidado que o usuário tem com ele no dia a dia. Cabos danificados, remendados por fitas inadequadas, guardados em locais úmidos e até usados em redes elétricas com problemas tendem a oferecer maior risco de superaquecimento e podem provocar acidentes. Investir em um bom carregador e preservá-lo adequadamente é também uma maneira de prevenir surpresas desagradáveis. Portanto, é fundamental tomar determinados cuidados, como o de manter o sistema elétrico da casa atualizado, evitar conectores/benjamins (os famosos “Ts”) e levar o celular a uma assistência técnica sempre que perceber algo errado.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on skype
Skype
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
cropped-logo-1.png
TecnoInforme. 2021 © Todos os direitos reservados. Design by Renato Garcia