PicPay cria central de doações e isenta taxas de empresas

Central de Doações PicPay. Foto Divulgação.

Diante do sensível momento vivido pela sociedade, empresas dos mais diversos segmentos têm assumido a responsabilidade social de contribuir para o combate ao Covid-19. Nesse sentido, a carteira digital PicPay anuncia a criação de uma central de doações para conectar pessoas a causas que arrecadam fundos para conscientização, amparo a pessoas em risco e prevenção à pandemia. A fintech também passa a isentar taxas de usuários do PicPay Empresas até o final de abril.

Central de doações

O lançamento da central de doações vem acompanhado do hotsite centraldedoacoes.picpay.com, onde estão detalhadas as iniciativas de combate ao coronavírus. O projeto começa com os parceiros CUFA (Central Única das Favelas), Amigos do Bem, Instituto Ronald McDonald, Médicos Sem Fronteiras e Visão Mundial.

A CUFA busca arrecadar fundos para a iniciativa Mães da Favela, em prol das moradoras das comunidades. O objetivo é distribuir bolsas de R﹩ 120 para, inicialmente, 5 mil mães de 12 Estados brasileiros. No caso do Amigos do Bem, o dinheiro servirá para compra de alimentos e produtos de limpeza, que serão distribuídos a diversas famílias do sertão nordestino como medida preventiva à pandemia.

Por sua vez, o Instituto Ronald McDonald irá direcionar os recursos para promover a saúde e qualidade de vida de crianças e adolescentes com câncer, considerado grupo de alto risco; enquanto o Médicos sem Fronteiras oferecerá apoio às equipes médicas de locais sobrecarregados pelo alto número de casos simultâneos de Covid-19.

Já as doações para a Visão Mundial terão foco nas crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, principalmente refugiados, migrantes e pessoas que vivem em comunidades com altos índices de pobreza.

Tanto pelo aplicativo quanto pelo hotsite, os usuários do PicPay poderão buscar pelos nomes das instituições e fazer as contribuições à distância na quantia desejada, sem taxas incidentes. Os valores serão repassados integralmente às causas.

Taxa zero

Como ajuda para contenção das consequências dessa crise entre empresas e microempreendedores individuais (MEIs), os usuários do PicPay Empresas terão isenção, até o final de abril, da taxa para recebimento de pagamentos – único encargo cobrado dessa categoria pelo aplicativo.

O cliente poderá fazer sua compra pelo celular, com saldo em carteira ou cartão de crédito – sem contato físico e à distância, no caso do delivery ou e-commerce – e o valor ficará disponível na conta da empresa já no dia seguinte.

(Redação – TecnoInforme)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
cropped-logo-1.png
TecnoInforme. 2020 © Todos os direitos reservados. Design by Renato Garcia