nuvini adquire empresa de inteligência de dados Dataminer

A presença da Dataminer no setor de dados vai contribuir para enriquecer o portfólio do grupo. Foto: Divulgação.

O nuvini, grupo de empresas de Software as a Service (SaaS) criado pelo empresário e investidor Pierre Schurmann, anuncia a aquisição da Dataminer, que atua no mercado de Big Data & Analytics. Esta é a quarta compra divulgada pelo nuvini, que possui o plano de fechar um total de 15 aquisições até o final de 2021. Recentemente, o grupo informou a compra da leadlovers Effecti Ipê Digital.

A Dataminer é uma das 18 empresas criadas pelo Grupo Check, que atua no segmento de Tecnologia da Inovação em serviços financeiros para o varejo, empresas e bancos, com mais de 25 anos de atuação no Brasil. Inicialmente, a plataforma surgiu como fornecedora de dados off-line em projetos de database e marketing digital. Ao longo dos anos, passou pelo setor de fornecimento de conteúdo e enriquecimento de dados. Hoje é atuante no segmento de Big Data e Analytics para ações de Marketing, Vendas, Risco e Compliance, sendo uma plataforma de SaaS.

Por meio da aquisição, a Dataminer busca receber investimentos e abrir novos mercados, principalmente na área de Marketing Digital. “Queremos estabelecer uma sinergia entre as empresas que fazem parte do grupo da nuvini para que possamos nos reposicionar no mercado e captar novos clientes. Temos um grande potencial de crescimento e, nesta nova fase, teremos um caminho facilitado para que isso aconteça”, destaca o CEO da empresa, André Leão.

De acordo com Pierre Schurmann, CEO da nuvini, a forte presença da Dataminer no setor de dados contribuiu para enriquecer o portfólio do grupo. “Trata-se de um negócio altamente estratégico para as empresas da nuvini. Com a Dataminer, passamos a ter não só uma base de dados qualificada, que atende todos os critérios atuais da LGPD, mas inteligência única que nos permitirá gerar sinergias e oportunidades comerciais entre as empresas da nuvini”, afirma.

Em 2020, a nuvini faturou R$ 20 milhões. Neste ano, o grupo continuará adquirindo empresas de SaaS em três verticais – Marketing e Vendas, Produtividade e Finanças e Controle. O foco são negócios com mais de cinco anos de operação e que faturem entre R$ 20 milhões e R$ 50 milhões. O planejamento até 2025 é realizar 85 aquisições, alcançando R$ 4 bilhões em faturamento e R$ 1 bilhão em Ebitda.

Please follow and like us:
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
cropped-logo-1.png
TecnoInforme. 2020 © Todos os direitos reservados. Design by Renato Garcia
RSS
Follow by Email